Em

Economia

Projeção: Governo mantém meta de inflação em 4,5% para 2014 e 2015


Por Marcius Valerius

O governo manteve em 4,5% a meta de inflação para os anos de 2014 e 2015, com intervalo de tolerância de dois pontos para mais ou para menos. A decisão foi tomada hoje pelo CMN (Conselho Monetário Nacional).
A meta de inflação vem sendo mantida em 4,5% desde 2005. A banda de tolerância passou a ser fixada em dois pontos percentuais a partir de 2006.

“A inflação este ano está sob controle e há grandes chances de ficar em patamar inferior ao de 2012. O IPCA [Índice de Preços ao Consumidor Amplo] vem caindo mês a mês”, afirmou o secretário de política econômica, Marcio Holland de Brito.

Segundo ele, a expectativa do governo é que a inflação volte ao centro da meta no “médio prazo”.

“Nos importamos com a meta central e com inflação cada vez menor. Lidamos com um choque de oferta. Vamos ter acompanhar mês a mês e fazer uma avaliação posteriormente [de quando será possível chegar ao centro da meta]“, disse.

TJLP 

Na reunião, o governo também anunciou a TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo) para o terceiro trimestre de 2013, que ficou mantida em 5% para o período. Trata-se do mesmo patamar vigente desde janeiro deste ano.
A TJLP é importante por ser usada nos financiamentos oferecidos pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).
Ela é calculada com base na meta de inflação definida pelo governo para os doze meses seguintes à vigência da taxa e um prêmio de risco.

Atualizado em 29 de junho às 08:33


Comentários